babe

Babe,

Não há chuva que refresque meu coração…

Não há loucura que mate minha saudade…

Não há janela que eu olhe e não deseje ver você do outro lado…

Não há mistério maior que a nossa paixão…

Não há olhos mais sedutores que os seus…

Não há boca mais viciante que a sua…

Não há mudança maior do que a que você provocou…

Não há portas fechadas que você não tenha a chave…

Não há falhas que não podemos corrigir…

Não há coração que sangre mais que o meu…

Não há peso que meus joelhos não suportem…

Não há jogos entre nós…

Não há palavras que descrevam o que sentimos…

Não há manhãs tristes ao seu lado…

Não há café que nos acorde desse sonho…

Não há cigarro que termine com nossa palpitação…

Não há filosofia que nos guie na vida…

Não há música que represente todos os nossos sentimentos…

Não há fim para o nós…